top of page
  • Foto do escritorNova Amargosa FM

Sete mandados de prisão são cumpridos em operação da PF contra fraudes em benefícios sociais


A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta quarta-feira (14/09), a Operação Simulatum, com o objetivo de desarticular organização criminosa especializada na prática dos delitos de Falsificação de documentos públicos (Carteira Nacional de Habilitação, Carteira de Identidade, dentre outros), bem como diversas fraudes Auxílio Brasil, FGTS (saque aniversário) e ao Auxílio Emergencial, os quais são pagos a parte da população mais carente do país.


Desde as primeiras horas da manhã, mais de 50 Policiais Federais, com a participação do Grupo de Pronta Intervenção-GPI da SR/BA, cumprem 02 (dois) mandados de prisão preventiva, 05 (cinco) mandados de prisão temporária e 10 (dez) Mandados de Busca e Apreensão, nos Estados da Bahia e Pernambuco, em razão da atuação perene da suposta Orcrim.


As investigações iniciaram a partir de uma série de prisões em flagrantes de interpostas pessoas usadas pelo grupo criminoso a fim de realizarem saques de benefícios em nome de terceiros com documentos falsos, bem como o uso destes em face de orgãos/entidades federais, a exemplo da Polícia Rodiviária Federal.

Segundo se apurou, com as fraudes relacionadas à comercialização de Carteira Nacional de Habilitação, estima-se que os investigados auferiram cerca de R$ 5 milhões, quantos as fraudes aos benefícios assistênciais, o prejuízo calculado é de aproxidamente R$ 2 milhões.

A operação foi batizada Simulatum, expressão latina que significa “simulado”, à qual remete ao caráter fraudulento e intencional dos desvios de valores identificados no curso das investigações. (Metro 1)

140 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page