top of page
  • Foto do escritorNova Amargosa FM

Sesab emite alerta após surtos de catapora na Bahia


A Sesab -Secretaria de saúde do Estado da Bahia, emitiu alerta após casos de surtos de catapora em cidades baianas. 443 casos foram notificados até o dia 12.

Em Nova Fátima as aulas estão suspensas por conta da doença, na última semana foram 18 casos notificados, mas diversas pessoas não procuram as unidades de saúde.


A autoridade em saúde esclarece que apesar da suspensão no município do norte baiana, não existe essa recomendação em casos isolados.

alerta da SESAB, em relação aos surtos de catapora, se refere à adoção de medidas que previna a propagação da doença, e controle.

A catopora é prevenida por meio de vacina, porém, com a diminuição da cobertura vacinal nos últimos anos, a situação fica complicada.



Catapora

Varicela ou catapora, é uma doença infecciosa, altamente contagiosa, causada pelo vírus varicela-zoster.

O principal público alvo da catapora é crianças, onde se manifesta de forma leve, porém ela também se manifesta em adultos e geralmente com gravidade e até necessidade de internamentos.


Sintomas da catapora

A catapora se manifesta por meio de lesões na pele, “bolhas” e muita coceira. O paciente também pode ter febre baixa, cansaço, dor de cabeça e perda de apetite.


As principais complicações da catapora são:

  • Pneumonite: infecção pelo vírus da catapora no pulmão.

  • Encefalite: infecção pelo vírus da catapora no sistema nervoso central.

Alerta, catapora e ASS ou Aspirina não combinam

Pacientes com catapora não podem tomar ácido acetilsalicílico (AAS ou aspirina), sob o risco de desenvolver Síndrome de Reye, uma doença rara que afeta o fígado e o cérebro e pode ser fatal. É mais comum em crianças, após a ingestão de AAS na fase aguda da varicela.

Saiba mais sobre surtos de catapora:

  • Transmissão: a catapora é facilmente transmitida para outras pessoas. O contágio acontece por meio do contato com o líquido da bolha ou pela tosse, espirro, saliva ou por objetos contaminados pelo vírus;

  • Sintomas: manchas vermelhas e bolhas no corpo, mal estar, cansaço, dor de cabeça, perda de apetite e febre baixa. Os sinais começam entre 10 a 21 dias após o contágio da doença.

  • Como as bolhas surgem: inicialmente, elas aparecem na face, no tronco ou no couro cabeludo, se espalham e se transformam em pequenas vesículas cheias de um líquido claro. Em poucos dias, o líquido escurece e as bolhas começam a secar e cicatrizam. Este processo causa muita coceira, que pode infeccionar as lesões devido a bactérias das unhas ou de objetos utilizados para coçar.

  • Isolamento: o paciente com catapora precisa ficar isolado até que as lesões de pele estejam cicatrizadas, o que acontece, em média, em duas semanas. Mãos, vestimentas e roupas de cama, além de outros objetos que possam estar contaminados, devem passar por higienização rigorosa.

  • Tratamento: em geral, são utilizados analgésicos e antitérmicos para aliviar a dor de cabeça e baixar a febre. Antialérgicos e compressas de água fria podem ser usadas para diminuir a coceira. Não se deve coçar as bolhas e as crostas não devem ser retiradas. Permanganato de potássio e pasta d’água também podem ajudar a secar as feridas. Não se automedique: procure ajuda médica.

93 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page