top of page
  • Foto do escritorNova Amargosa FM

Polícia Civil prende acusado de feminicídio tentado no recôncavo baiano


A Polícia Civil de Nazaré prendeu um homem de 30 anos de idade, de iniciais L.J.S., em cumprimento a mandado de prisão preventiva, por tentar matar a sua companheira com golpes de canivetes em várias partes do corpo. O crime ocorreu no dia 22 de março do corrente ano e foi motivado pelo fato do agressor não aceitar o fim do relacionamento. A vítima ficou gravemente ferida.


De acordo com as investigações, o agressor aproveitou o momento em que a vítima estava tomando banho, lhe puxou pelo cabelo e começou a aplicar golpes de canivete na barriga. A vítima tentou correr, mas escorregou em seu próprio sangue e caiu, quando o agressor ficou em cima da mesma e aplicou um outro golpe no peito, no pescoço e no tórax da vítima.


Mesmo estando em situação agonizante, a vítima começou a dizer “não me mate, eu te amo, eu te amo…”, quando então o agressor deu um vacilo, possibilitando a fuga da vítima, que conseguiu sair correndo da casa, gritando por socorro, sendo ajudada pelos vizinhos, que ligaram para o SAMU e a Polícia. Nesse momento, o agressor empreendeu fuga. A vítima foi encaminhada para o Hospital de Nazaré, mas devido a gravidade dos ferimentos foi transferida para o Hospital Regional de Santo Antônio de Jesus, onde ficou internada.


Passado o período da prisão em flagrante, o agressor compareceu na Delegacia de Polícia com seu Advogado, emprestando versão de legítima defesa, afirmando que após uma discussão do casal, a vítima lhe agrediu com um capacete, ao passo que ele desferiu um golpe de canivete em seu pescoço e em outras partes do corpo da vítima, para se defender.


Inicialmente foi requerida a medida protetiva de urgência, a qual foi imediatamente deferida pela Justiça Criminal de Nazaré, proibindo o acusado de se aproximar da vítima e de manter contato, por qualquer meio de comunicação.


Ocorre que, mesmo ciente da proibição judicial, o acusado continuou entrando em contado com a vítima por telefone e mensagens de aplicativo, não aceitando o fim do relacionamento, imprimindo violência psicológica, sendo instaurado um outro procedimento policial por descumprimento de medida protetiva, a qual gerou o decreto da prisão preventiva do agressor, que foi cumprida no dia de hoje pela equipe do SI da Polícia Civil de Nazaré, sob o comando do Delegado Adilson Freitas.

O agressor se encontra no cárcere, a disposição da Justiça Criminal e irá responder pelos crimes de tentativa de feminicídio, qualificado pela impossibilidade de defesa da vítima e motivo fútil, além do descumprimento de medida protetiva.

89 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page