top of page
  • Foto do escritorNova Amargosa FM

Padre preso por estupro de vulnerável é afastado pela Diocese de Juazeiro

A Diocese de Juazeiro, no Vale São-Franciscano da Bahia, afastou das atividades religiosas o padre preso na terça-feira (20) por suspeita de estuprar um adolescente no município. A unidade da igreja ainda afirmou que foi surpreendida com a notícia e determinou a abertura de processo investigatório junto à Comissão Diocesana para a Proteção de Menores e Pessoas Vulneráveis, para apuração da denúncia.


O líder religioso, identificado como Antônio Deziderio Frabetti Vieira, era sacerdote na Congregação do Santíssimo Redentor (Missionários Redentoristas), com sede em Salvador, mas atuava há menos de um ano como religioso na Paróquia de Santo Antônio, em Juazeiro.


Ele tinha um mandado de prisão preventiva expedido em seu nome pela violência contra um adolescente e foi preso quando se deslocou até o Complexo Policial da cidade para passar por um atendimento.

A Polícia Civil diz que as investigações começaram no último dia 4, quando um familiar do adolescente foi até a delegacia denunciar o caso. A vítima vai passar por acompanhamento psicossocial.


Sobre o adolescente, a Diocese informou que prestará toda assistência social e psicológica à vítima e seus familiares, garantindo a preservação da imagem do menor e fornecendo amparo de forma irrestrita, além de colaborar com as investigações.


A instituição repudiou todo e qualquer ato de violência nas mais diversas esferas, sejam elas verbais, físicas, psíquicas, sexuais e outras. “A Diocese de Juazeiro reitera que preza pelo amor a Deus e ao próximo e não admite nenhum tipo de injustiça praticada contra aqueles a quem Deus nos confiou o cuidado, bem como reforça seu compromisso com o Evangelho e com os fiéis, cumprindo o bem e empenhando-se na busca da justiça e da verdade”, afirmou em nota.


(Correio)

86 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page