• Nova Amargosa FM

Ex-soldado entra em quartel do Exército na Mouraria, atira e mata subtenente


Um ex-soldado entrou armado na Companhia de Comando da 6ª Região Militar, no bairro da Mouraria, em Salvador, e efetuou disparos nesta quarta-feira (28). De acordo com a assessoria de imprensa do Exército Brasileiro, o subtenente Carlos André de Souza Paschoal foi baleado, e morreu.


Uma ambulância entrou no quartel, resgatou Pascoal e depois saiu pelos fundos. O autor dos disparos, de 23 anos, foi imobilizado e preso em flagrante.

De acordo com testemunhas, o ex-soldado fez dois disparos. De acordo com a TV Bahia, o atirador não tinha como alvo o subtenente. O jovem teria ido em busca de um documento que não ficou pronto, se estressou e atirou. O coronel Silva não confirmou a informação, mas disse que é possível que ele tenha dito que ia buscar um documento.

“Mesmo depois que um cidadão sai do Exército, o documento dele tem validade aí fora. E quem não está em dia com a situação militar, tem uma série de restrições pela lei, não consegue tirar uma carteira de trabalho, nem tomar posse em concurso público, sequer receber prêmio se ganhar na loteria. Mas não posso confirmar”, afirma.


Segundo uma testemunha que não quis se identificar, o homem se apresentou e entrou tranquilamente. “Lá dentro ele fez os disparos. Não temos como saber se foi planejado”, diz.


Segundo comerciantes próximos, a bandeira do Brasil chegou a ficar hasteada pela metade, indicando luto, por cerca de uma hora, durante a tarde. No entanto, pouco tempo depois, ela retornou à posição original.

“Eu cheguei aqui um pouco depois dos disparos e vi a bandeira parada no meio. Depois disso, suspenderam de novo”, diz um homem que trabalha na região e não quis se identificar.


O Comando da 6ª Região Militar, através de nota de pesar, afirmou que prestará todo o apoio e assistência necessários aos familiares da vítima. (Correio)

Foto: Luana Lisboa / CORREIO

113 visualizações0 comentário