top of page
  • Nova Amargosa FM

Claudia Raia utiliza Lei Rouanet para captar R$ 5 milhões e é criticada


O Ministério da Cultura desbloqueou cerca de R$ 1 bilhão em recursos captados por meio da Lei de Incentivo à Cultura, conhecida como Lei Rouanet, que estavam travados desde o início de 2022. Portaria publicada no Diário Oficial da União (DOU) nessa quarta-feira (18/1) mostra que a atriz Claudia Raia recebeu autorização para captar mais de R$ 5 milhões. Por se tratar de uma figura bastante conhecida, a revelação fez com que a famosa recebesse críticas nas redes sociais – chegando a se tornar um dos asssuntos mais comentados das redes sociais nesta quinta (19/1).


Claudia Raia, que está grávida do terceiro filho, fruto do relacionamento com Jarbas Homem de Mello, recebeu autorização para captar R$ 5.057.203,63 dentro da Lei Rouanet. Os recursos, caso sejam confirmados, serão destinados para o projeto Os Musicais, que é de responsabilidade da empresa Renato Cesaretto Chiquito.

“Claudia Raia – Os Musicais tem por objetivo a pesquisa, montagem e temporada de dois espetáculos produzidos e encenados pela atriz Claudia Raia, levando aos palcos emocionantes histórias selecionadas com base em importante pesquisa”, afirma o resumo do projeto, que está descrito na portaria que aprova o valor.

“Como ação de contrapartida foi proposta uma atividade formativa de 40 horas sobre a prática das artes cênicas e o mercado profissional para atores”, explica o documento – a contrapartida social é um dos requisitos para que o projeto seja qualificado para participar do programa de incentivo.

Críticas à Claudia Raia Nas redes sociais, internautas questionaram Claudia Raia e alguns afirmaram que “a mamata voltou”, frase bastante utilizados por críticos de com a área cultural brasileira. A atriz, recentemente, apoiou a indicação de Margareth Menezes ao Ministério da Cultura e criticou duramente a antiga gestão de Jair Bolsonaro (PL) no setor.

Por conta desses posicionamentos, a atriz foi alvo de diversas críticas. “CLAUDIA RAIA ficou ‘super feliz’ com a indicação de Margareth Menezes para o Ministério da Cultura. E agora, em apenas 19 dias de governo, já aparece abocanhando R$ 5 MILHÕES do ‘incentivo à cultura’. 1 9 D I A S. A MAMATA VOLTOU COM TUDO pra sugar as tetas do Estado!”, afirmou um, com prints de uma publicação da atriz, onde ela comemora a posse de Margareth Menezes para o Ministério da Cultura.

“Ministra da Cultura informa, orgulhosamente, que desbloqueou R$1 bilhão para projetos via lei Rouanet. Ao final ela diz: ‘Vamos trabalhar?’. É um recado pra você que vai pagar isso com seus impostos. Obs. Só a Claudia Raia está levando 5 milhões! O amor venceu!”, zombou mais um.

“5 MILHÕES PRA CLÁUDIA RAIA, É ISSO MESMO? FAZ O L AGORA E VEM”, RIU UMA TERCEIRA. “A FELICIDADE DE CLAUDIA RAIA EQUIVALE A 5 MILHÕES DOS COFRES PÚBLICOS. ISSO É ENQUANTO SUA PICANHA NÃO CHEGA!”, SE REVOLTOU OUTRA.

O Metrópoles tentou contato com a assessoria de Claudia Raia, mas não obteve resposta até a publicação desta matéria. O mesmo aconteceu com a equipe do Ministério da Cultura. O espaço segue aberto para atualização.

Como funciona a Lei Rouanet

Alvo de diversas polêmicas, a Lei Rouanet foi criada em 1991 e permite que pessoas físicas e jurídicas destinem para o setor cultural parte dos recursos que antes seriam destinados ao pagamento do Imposto de Renda (IR). Dessa forma, artistas e produtores culturais conseguem obter patrocínio e beneficiam os patrocinadores com isenção fiscal do IR.

A legislação, no entanto, limita a captação de recursos na iniciativa privada até 4% do imposto a ser pago pelos doadores. (Metrópoles)

94 visualizações0 comentário
bottom of page