top of page
  • Foto do escritorNova Amargosa FM

Capitão e cabo matam sargento a tiros dentro de batalhão da PM


O capitão da Polícia Milita, Francisco Laroca, e o cabo Fabiano Rizzo, que atua como motorista do comandante, mataram o sargento Rulian Ricardo. A vítima foi morta a tiros dentro do batalhão da PM no Jardim Santa Emília, na capital paulista.

O crime ocorreu nesta quarta-feira (5), na sede da 4ª Companhia do 46º Batalhão Metropolitano da PM, localizada na Rua Francisco Bautista, na zona sul de São Paulo. O crime teria sido cometido após uma discussão sobre escala de trabalho.

Nesta tarde, o sargento Rulian teria se desentendido com uma policial responsável por informar as escalas de trabalho. O seu superior foi chamado em seguida para resolver a situação. Ao chegar na 4ª Cia, o capitão Laroca teria interpelado o sargento.

Foi quando o PM Rulian apontou sua arma particular, um revólver calibre 32, na sua direção, segundo a versão do comandante.

O capitão PM Laroca atirou três vezes contra o sargento. O seu motorista, o cabo Rizzo, também fez um disparo. As pistolas usadas foram apreendidas.

Os policiais do batalhão estariam sofrendo uma “punição velada” após envolverem 12 viaturas em colisões no último mês. Como forma de castigo, o comando teria impedido a troca de escala na tropa, medida que impacta boa parte dos sargentos, já que muitos deles são do interior. (BNews)

139 visualizações0 comentário
bottom of page