top of page
  • Nova Amargosa FM

Bolsonaro decreta luto de três dias por Pelé


O presidente Jair Bolsonaro (PL) decretou nesta quinta-feira (29) luto de três dias em homenagem a Edson Arantes do Nascimento, o Pelé.

O maior atleta de todos os tempos morreu em decorrência de falência de múltiplos órgãos, resultado da progressão do câncer de cólon, segundo o hospital Albert Einstein, em São Paulo.


Pelé começou a carreira em 1956 e jogou até 1977. Fez 1.283 gols da carreira e acumulou cinco títulos mundiais -dois pelo Santos e três pela seleção brasileira.

Bolsonaro publicou um decreto em edição extra do Diário Oficial da União nesta quinta-feira para decretar o luto no país.

“É declarado luto oficial em todo o País, pelo período de três dias, contados da data de publicação deste Decreto, em sinal de pesar pelo falecimento de Edson Arantes do Nascimento, Pelé, ex-jogador de futebol”.

Pelé foi eleito o “Atleta do Século” em 1980 pelo jornal francês L’Équipe. O rei do futebol, como ficou conhecido, venceu as copas de 1958, 1962 e 1970. Na primeira, com apenas 17 anos, foi um dos principais destaques da seleção.


Na seguinte, se machucou no início da competição e o craque do time foi Garrincha. Em 1966, se lesionou mais uma vez e teve uma participação tímida na Copa. Em 1970, porém, foi o grande craque da equipe que deu o tricampeonato para o Brasil.

Nesta quinta-feira, a Secretaria de Comunicação Social do governo havia emitido nota para lamentar a morte de Pelé.

“Demonstrou por suas ações que, além de grande atleta, foi também um grande cidadão e patriota, elevando o nome do Brasil por onde passou”, afirma a nota.

“O presidente da República, Jair Bolsonaro, roga a Deus que o receba em Seus braços e dê força e fé a toda a sua família e amigos para superar esse difícil momento”, diz o texto. (BNews)

103 visualizações0 comentário
bottom of page