top of page
  • Foto do escritorNova Amargosa FM

Bahia registra mais de 5 mil casos envolvendo escorpiões em 3 meses

A Bahia registrou até o início do mês de abril, 5.353 casos de acidentes com escorpiões. Deste número, apenas entre 1° janeiro e 31 de março foram 5.347 contabilizados. Os dados são do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN).

Ao iBahia, o Centro de Informação e Assistência Toxicológica da Bahia ( CIATox-BA) informou que é possível que este ano o número seja maior que o trimestre de 2023, quando foram registrados 5.622 caos.


De acordo com Jucelino Nery, diretor do CIATox-BA, a frequência de acidentes com escorpiões está relacionada a um conjunto de fatores, como o tamanho da população, o clima, problemas de saneamento básico, desmatamentos, espécies predominantes de escorpião.

Além disso, a existência de predadores (corujas, sapo, lagartixas etc.) e a realização de ações públicas de orientação à população e de manejo e controle desses animais pelos órgãos competentes.


Na Bahia, os 10 municípios de maior frequência de casos em 2024 são:

  • Vitória da Conquista (150)

  • Jequié (113)

  • Feira de Santana (112)

  • Irecê (111)

  • Seabra (84)

  • Poções (77)

  • Cândido Sales (63)

  • Barreira (55)

  • Conceição do Coité (55)

  • Itaberaba (53)


Ainda segundo o diretor, uma das explicação para que a cidade de Vitória da Conquista apareça em primeiro lugar é o número de habitantes. O município do sudoeste baiano ocupa o terceiro lugar entre as cidades mais populares da Bahia.

Quando casos com escorpiões são mais frequentes e quais os cuidados?

Os acidentes são mais frequentes nos meses quentes e úmidos, o que provoca o desalojamento do animal. Jucelino Nery explica que, os escorpiões ao procurar abrigo e alimento, muitas vezes encontram condições favoráveis no ambiente doméstico, tanto externa quanto internamente.


Isso faz com que o animal se adapte e se aloje facilmente, aumentando o risco de acidentes pela aproximação com as pessoas. Algumas ações podem ajudar a controlar ou evitar acidentes com escorpiões. O diretor do CIATox-BA cita os seguintes:

  • Manter sempre limpa a área interna e ao redor das residências, evitando o acúmulo de lixo; acúmulo de madeiras e resto de material de construção;

  • Manter berços e camas afastados da parede, principalmente em domicílios sem rebocos ou com frestas nas paredes;

  • Sempre sacudir roupas, toalhas e calçados antes de utilizar;

  • Andar sempre calçado e proteger as mãos com luvas ao trabalhar na terra ou ao manipular entulhos e outros materiais.

Além disso, em casos de acidentes, pode-se lavar o local da picada com água e sabão, e nada além disso. Em seguida, tranquilizar a vítima e colocá-la em repouso, encaminhando-a para a unidade de saúde mais próxima.

Caso o animal tenha sido capturado, ele deve ser levado com segurança para identificação. Fotos também podem ajudar no processo.

iBahia

77 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page