top of page
  • Foto do escritorNova Amargosa FM

Amargosa recebe o Hemóvel no Dia Mundial do Doador de Sangue


Amargosa, no Recôncavo Baiano, recebe a unidade de coleta móvel da Hemoba nos dias 14 e 15 de junho, das 8h às 17h, na Praça Lourival Monte, em frente à Lira Carlos Gomes. A presença da Fundação no município faz parte da campanha Junho Vermelho e do esquema especial montado pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), para reforçar o atendimento de saúde e garantir que baianos e turistas possam curtir com toda a estrutura necessária os festejos do São João, além de celebrar o Dia Mundial do Doador de Sangue (14/06). Serão mais de R$ 3 milhões investidos em ações de vigilância, assistência à saúde e sensibilização da população para elevar os estoques de sangue.


O Hemóvel facilita o acesso dos voluntários à doação de sangue e cadastro de medula óssea. A coleta externa tem uma capacidade média de atendimento de 60 bolsas ao dia, colaborando para o aumento do estoque. A unidade da Hemoba mais próxima da cidade é em Santo Antônio de Jesus, cerca de 50 km de distância, que atende de segunda a quinta-feira, das 7h30 às 11h30 e 13h30 às 17h30, e sexta-feira, das 7h30 às 11h30 e 13h30 às 16h.


O Junho Vermelho foi uma data criada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para conscientizar sobre a necessidade dos hemocomponentes em diversos tratamentos e incentivar a doação regular de sangue. Geralmente, neste mês, há um menor volume de doações ocasionado por vários fatores, como maior incidência de infecções respiratórias em decorrência de ondas mais intensas de frio e chuvas; aumento de viagens por causa das férias escolares e, no Nordeste, celebrações das festas juninas. Além disso, cresce a demanda por transfusão de sangue motivada por um maior número de acidentes nas estradas e elevado índice de casos de queimaduras, ocasionados pelos fogos de artifícios dos festejos juninos. Em 14 de junho, comemora-se o Dia Mundial do Doador de Sangue.


Para doar sangue, o candidato tem que estar em boas condições de saúde, pesar acima de 50 kg e ter idade entre 16 e 67 anos. Lembrando que menores de 18 anos devem ir acompanhados dos pais ou responsável legal, e idosos acima de 60 anos só podem doar se já tiverem doado anteriormente. No dia da doação, o voluntário não pode estar em jejum, não ter ingerido bebida alcoólica nas 12 horas anteriores à doação e não ter fumado por pelo menos duas horas antes do procedimento, além de ter dormido por no mínimo seis horas na noite anterior. Também é recomendável que evite alimentos gordurosos nas horas anteriores ao procedimento. Doar sangue é um procedimento rápido, simples e seguro. Nas 24 horas seguintes à doação, o organismo repõe o volume de sangue doado. Vale frisar que todo material utilizado para a coleta é descartável, evitando assim o risco de contaminação. Para doar, é necessária apresentação de um documento com foto, emitido por órgão oficial e válido em todo o território nacional.


Cadastro de medula óssea – O cadastro de medula óssea pode ser feito em todos os postos de coleta da Hemoba, na capital e no interior, com a coleta de uma amostra de 5ml de sangue. Para se tornar um doador, é necessário ter entre 18 e 35 anos de idade, estar em bom estado geral de saúde, não possuir doença infecciosa ou incapacitante e não apresentar doença neoplásica (câncer), hematológica (do sangue) ou do sistema imunológico. Os dados pessoais e os resultados dos testes serão armazenados no REDOME (Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea), coordenado pelo Instituto Nacional de Câncer (INCA).

Fonte: Ascom/Hemoba

93 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page